Em poucas palavras...

...o que é uma sessão pontual de orientação?

A orientação pontual é uma reunião, com duração de uma a duas horas, com um diplomata, com objetivo de chegar a um plano propositivo de ação sobre seu projeto de aprovação no CACD.

Para fundamentar a conversa, será necessário que você responda um questionário de diagnóstico. Nele, você também apresentará todas as suas dúvidas sobre seu processo de preparação em quaisquer de seus aspectos: planejamento, organização, seleção bibliográfica, métodos e técnicas recomendadas ao estudo de matérias específicas (como aprender idiomas, ou como estudar atualidades, por exemplo). O diplomata, após análise de suas dúvidas e respostas, entrará em contato com você para que agendem um conversa ao vivo para debater essas dúvidas; comentar o que você está fazendo errado; apresentar respostas, soluções, bem como um plano de ação para melhorar a eficiência de seus estudos, sempre à luz do princípio da especificidade.

O método Ubique

Você sabe o que leva de fato à aprovação? Veja a seguir o que significa, para o Grupo Ubique, estudar de acordo com as especificidade da prova:

Que a verdade seja dita: atividades passivas, meramente expositivas, por si só, não preparam o candidato para os desafios reais enfrentados no momento da prova. Se, por um lado, a exposição a grande volume de informação pode até ser útil na etapa objetiva do CACD, em que é testada a competência de julgar assertivas de acordo com a lógica e com a coerência dos dados, por outro, o mero consumo de material não capacita o cacdista a desenvolver a capacidade de expressão, articulação e persuasão sobre o assunto cobrado.

A aprovação no concurso depende, portanto, da apresentação à banca examinadora, por parte do candidato, de uma narrativa própria, interessante e rica em conteúdo, o que só a prática da escrita — alimentada por um arcabouço de conhecimentos, pontos de vista e argumentos de qualidade — pode proporcionar.

Seguindo o método do princípio da especificidade, sistematizado pelo diplomata Marcílio Falcão, os programas de videocursos do Grupo Ubique são acompanhados de um módulo à parte, voltado à produção orientada de textos colaborativos sobre os tópicos tratados em cada aula.

Dessa maneira, o objetivo dos estudos é deslocado do mero consumo passivo de informações para a produção ativa e orientada de conhecimento, materializada em seus textos pessoais que narram sua própria versão de cada assunto estudado.

O que aprova, no fim das contas, será o poder de persuasão que seus textos conseguirão aplicar sobre a banca examinadora, e é melhor desenvolvê-lo desde já, com a prática de atividades análogas aos desafios reais da prova!
soldado de chumbo

Algumas variáveis de um plano de estudos eficiente

Veja a seguir alguns dos aspectos que mais causam inquietações entre o candidatos. Aproveite a experiência de seu orientador para debater quaisquer desses temas durante a sessão de consultoria pontual.

  • Diagnóstico inicial

    Você já tem uma formação específica em alguma das matéria que permite estudar menos para ela? É iniciante ou avançado nos idiomas? Tem mais facilidade com provas discursivas ou objetivas?

    O questionário fará uma bateria de perguntas para coletar os elementos necessários para a orientação de um plano de ação voltado para suas condições pessoais: seus pontos fortes e fracos, bem como fatores externos que favorecem ou ameaçam sua preparação.

  • Definição do método ou sistema de estudos

    Como você estuda? Que atividades de estudo desempenha? São sempre as mesmas, independentemente do período, ou as modifica durante a preparação? Por que faz isso?

    Você vai se preparar da forma como será cobrado na prova do CACD: com ênfase no desenvolvimento da capacidade de articulação, expressão e persuasão do leitor. Durante a conversa, serão sugeridas atividades de estudo que desenvolvem justamente essa competência.

  • Seleção bibliográfica

    Você sabe quais livros deve estudar para cada matéria? Será que essa lista não é longa demais, talvez até irreal?

    Seu(ua) orientador(a) poderá comentar um plano de leituras com base nas fontes bibliográficas mais eficientes para abordar o conteúdo da maneira que produzirá o melhor resultado de acordo com seu nível de preparação.

    Você verá que a bibliografia não é extensa, justamente porque o foco está no que você produzirá, e não no que consome.

  • Técnicas de estudo

    Você sabe fazer um mapa mental que lhe permite remontar mentalmente praticamente todo o conteúdo estudado, quase como se o estivesse baixando de um nuvem? Sabe aplicar técnicas de leitura como a SQ3R? Usa sistemas de anotação tipo Cornell notes ou faz fichamentos? Sabe escrever resumos que praticamente dispensam qualquer consulta futura ao material? Sabe tirar proveito das poderosas perguntas de accountability para testar o nível de retenção das leituras?

    Caso queira, o(a) orientador(a) pode demonstrar como aplicar cada uma dessas técnicas no momento e no contexto em que elas produzem o melhor efeito, sempre à luz do princípio da especificidade.

  • Planejamento estudos com base em macro, meso e microciclos

    Qual o momento certo para estudar cada matéria? Vale a pena estudar todas as matérias ao mesmo tempo, desde o início? E os idiomas? Em que momento e como devo estudar o francês e o espanhol? Qual o momento ideal para fazer questões e simulados?

    As perguntas acima dizem respeito ao quebra-cabeças que é o planejamento dos estudos. Cada peça desse jogo será montada de acordo com ciclos que hierarquizarão determinadas matérias ou tipos de atividade em função de seu momento de preparação, de sua situação particular e da proximidade da prova. O(A) orientador(a) terá as respostas certas para seu caso específico.

  • Cronograma semanal e diário de estudos

    Você estuda todas as matérias todos os dias? Faz ciclo de horas de estudo por matérias, ou prefere estudar uma matéria só por dia? Em que momento lê jornais, escreve, lê os livros ou faz os exercícios? Estuda nos fins de semana? Por quê (não)?

    Não há respostas certas, mas aquelas mais adequadas tanto às suas preferências e condicionantes pessoais quanto ao princípio da especificidade, que nunca pode ser excluído da equação. Montar uma agenda semanal e diária de estudos exige maturidade intelectual, conhecimento metodológico e respeito à situação pessoal do candidato. O serviço de orientação pode ser bastante útil também nesse aspecto.

  • Ciclos de auto-(re)avaliação

    Você resolve questões de prova desde o início do ciclo? O que muda na forma como você estuda as questões quando a prova se aproxima? Como você faz para medir seu nível de retenção dos assuntos e saber se está pronto(a) para avançar ao mesociclo seguinte?

    O CACD é uma maratona! Há momentos em que o candidato deve parar tudo e avaliar quais são suas lacunas de conhecimento. E não é só às vésperas da prova. Caso seja sua prioridade, seu orientador vai indicar os momentos exatos de fazer cada pit-stop e aplicar os simulados nos momentos em que eles são mais úteis e produzem os melhores efeitos, tanto com foco na pegada da prova quanto na identificação dos conteúdos que precisam de mais revisão.

  • Organização dos estudos

    Melhor estudar por livros, aulas, apostilas? Devo escrever em cadernos ou montar apostilas digitais? Como devo revisar o conteúdo? Como devo organizar tudo de modo que as informações estejam facilmente acessíveis quando eu precisar delas e, principalmente, como as inter-relaciono com outros materiais que também produzi?Quanto tempo devo dedicar à leitura de jornais?

    A organização do produto de seus estudos será fundamental para que você não tenha a sensação de estar deixando nada para trás. O conteúdo previsto é muito extenso e as revisões periódicas devem garantir que você pode avançar ao mesociclo seguinte sem prejuízos. Converse sobre isso com seu(ua) orientador(a).

  • Qualidade e propriedade da linguagem

    Você utilizaria o mesmo estilo de que empregaria para redigir uma questão de Economia que aquele em uma prova de Língua Portuguesa? O que considera mais importante na comunicação: o emissor, a mensagem ou o receptor? Você domina os recursos de ênfase e as boas práticas relativas à estilística?

    Não basta ter a capacidade de reter grande quantidade de informações. O candidato precisa tecer uma narrativa convincente e interessante dos temas estudados. Discuta com o(a) orientador(a) aspectos como a linguagem da redação diplomática e como seduzir a banca examinadora do CACD por meio de seu texto. Você será incentivado a construir suas próprias apostilas autorais sobre os temas do concurso, que serão o produto mais concreto de seus estudos.

Selo Ubique de satisfação!
Você pode solicitar até 100% (você diz quanto!) de devolução do investimento, no caso quase impossível de insatisfação com o programa de tutoria individual:

Basta solicitar informalmente, por conversa telefônica com o coordenador do programa, e depois formalmente, por e-mail indicando as razões da insatisfação e o percentual que deseja que seja restituído!

Integração com a Ubwiki

A Ubwiki é um ambiente de estudos que reúne ferramentas e sistemas para você ler, escrever, debater, resolver questões e organizar suas anotações sobre os tópicos de edital do CACD.

Você pode aproveitar a sessão para solicitar orientação de boas práticas no uso do ambiente de estudos do Grupo Ubique, a Ubwiki. Nessa página, você tem acesso a resumos de livros, verbetes sobre os temas do concurso, vídeos gratuitos e fórum de debate. Por fim, o sistema permite que toda sua produção textual, ou seja, suas apostilas autorais, sejam organizadas e estruturadas com base nos temas do edital do CACD.

Como complementar a sessão de orientação?

Veja como tirar proveito adicional do serviço de consultoria, mediante a contratação de serviços relacionados:

  • Contratação de serviços de correção de textos, redações e traduções no sistema pague-por-uso na Ubwiki.

  • Contratação de sessões subsequentes com desconto de 20%.

  • Contratação de serviço de diagnóstico (simulado personalizado), que inclui questões objetivas e dissertativas, a fim de conhecer os macrotemas de cada matéria que merecem prioridade nos seus estudos.

Perguntas & Respostas

Saiba mais detalhes do programa de orientação individual para o CACD:

  • Quem será meu(minha) orientador(a)?

    Seu(ua) orientador(a) será um(a) diplomata do Grupo Ubique, selecionado e treinado pelo diplomata Marcílio Falcão, criador do Grupo, do blog Praeterea e da plataforma de estudos colaborativos Ubwiki. O(A) diplomata será selecionado(a) de acordo com suas necessidades específicas, identificadas no questionário de diagnóstico que você vai preencher.

  • A quantas sessões tenho direito? Há alguma espécie de seguimento?

    O serviço corresponde a uma sessão, de duração entre um e duas horas, de conversa ao vivo por videoconferência (Skype, WhatsApp, Zoom, etc). É muito provável que o(a) orientador(a) lhe dê umas "tarefas de casa", as quais ele(a) vai analisar, uma vez realizadas, e emitir novo parecer, dessa vez por e-mail ou áudio de WhatsApp.

  • Do que exatamente podemos tratar na sessão de orientação?

    De toda e qualquer dúvida que você possa ter relacionada a organização, métodos, técnicas de estudos, seleção bibliográfica, planejamento de médio e longo prazo, etc. Também serão apresentadas previamente a você algumas questões para subsidiar o(a) orientador(a).

  • Qual é o método de estudos que será aplicado?

    O serviço será conduzido com base no princípio da especificidade, estruturado pelo professor e diplomata Marcílio Falcão e amplamente difundido nas redes sociais. O tema foi objeto de textos publicados na Praeterea e no ClippingCACD, além de aulas no programa de orientação gratuita oferecido pelo Grupo Ubique.

  • O que é o princípio da especificidade?

    É a noção segundo a qual o método mais eficiente de se alcançar qualquer meta é preparar-se da forma exata como será cobrado. O CACD exige do candidato a capacidade de argumentação, de expressão e de persuasão, o que se consegue com um texto interessante, claro e rico em conteúdo. A meta do candidato é estar preparado para seduzir a banca. O princípio ou navalha da especificidade exige que você aprenda por meio das atividades mais semelhantes àquelas que são cobradas na prova, ou seja, escrevendo diariamente sobre os assuntos estudados a fim de desenvolver sua própria compreensão e versão da matéria.

  • O que é exatamente uma orientação? É o mesmo que coaching, tutoria ou mentoria?

    O(a) orientador(a) é um(a) colaborador(a) pontual. Atua de maneira cirúrgica e específica nas dúvidas apresentadas pelo candidato e apresenta soluções que considera ideais, com base em seu julgamento pessoal e no princípio da especificidade. A orientação é similar a uma aula particular. Obs.: não há informações privilegiadas a respeito do concurso, bem como não possuímos no nosso corpo técnico nenhum componente da Banca Examinadora.

  • O serviço é recomendado para quais níveis de candidatos?

    Todos. i) Os candidatos iniciantes terão o benefício de conhecer, desde o começo da preparação, os métodos e técnicas mais eficientes e ii) os intermediários e avançados terão a chance de conhecer o que fizeram de errado até hoje e corrigir os rumos de sua preparação.

Já me decidi...

Quero contratar uma sessão de orientação com um(a) diplomata do Grupo Ubique, em que discutiremos minhas principais dúvidas e corrigiremos os rumos de minha preparação no tocante a planejamento, organização, método, técnicas de estudo, montagem de agenda, seleção bibliográfica e desenvolvimento da capacidade de expressão — tudo à luz do princípio da especificidade!

Dúvidas? Envie um e-mail para info@grupoubique.com ou entre em contato pelo WhatsApp (81) 98104-8899.

Testemunhos

Veja a seguir o que dizem alguns candidatos que conheceram o projeto Ubique:

“Afirmo convictamente que minha vida de ceacedista dividiu-se em a.U. (antes do Ubique) e d.U. (depois do Ubique). O Grupo Ubique traz a proposta mais sensata de preparação que eu já vi, uma prova de respeito ao estudante — diplomatas são os melhores treinadores para preparar candidatos à diplomacia. Para mim, este é o argumento irrefutável. Minha preparação é feita exclusivamente a partir desse método. Os cursos que você agora tem em mãos são pensados minuciosamente para a sua necessidade e para a especificidade do seu concurso. Os projetos do Ubique são pilares fundamentais para quem deseja ter melhores chances de transformar o projeto da diplomacia em realidade. São o casamento perfeito entre a oferta de serviços de excelência e o respeito ao consumidor. E não poderia ser diferente, dada a trajetória pregressa do Marcílio como consultor educacional, dono de uma vasta experiência no treinamento de candidatos para concursos de alto desempenho, como os da Magistratura, Ministério Público e o da Diplomacia. Na seara do CACD, o diplomata conhece e desvela com perfeição as armadilhas e peculiaridades do certame, de modo a oferecer ao estudante esse método preciso, que impressiona pela simplicidade da execução. As mentorias do Ubique para o CACD são feitas por diplomatas treinados pessoalmente pelo Marcílio com base no princípio da especificidade. Quer estudar com profundidade, sem se sentir esmagado pelo peso de técnicas ineficazes? Você está no lugar certo!”

Magali Matos, tradutora e cacdista

“Pesquisa atrás de pesquisa pelo submundo da internet até achar tudo, eu disse tudo, sobre o CACD...no meio também tinha o Marcílio. O Ubique era provavelmente uma ideia de mesa de bar nessa época, mas algo que percebi no discurso do Marcílio e que não encontrava em outros era o realismo necessário para conseguir ao mesmo tempo não me iludir e também não me desanimar. A primeira linha de confiança veio do simples fato de que ele havia passado por tudo o que eu experimentava naquele momento e até hoje. Ele é um Cacdista que passou. Quem melhor poderia me guiar senão alguém que fez o caminho que percorro? Poesia à parte, o Marcílio nunca me prometeu nada, e essa é a melhor parte da metodologia dele. Tratando-se do Ubique, acompanhei a sua criação e sempre fiquei admirado a cada nova atualização da ideia. O princípio do insumo gratuito é um divisor de águas no processo preparatório para o CACD e abre um precedente para mais iniciativas que democratizam verdadeiramente o concurso e, por consequência, o próprio itamaraty. Posso apenas falar por mim, mas me sinto parte de um processo que terá um efeito extraordinário nas próximas gerações de concurseiros. Ouso até a comparar o Ubique ao efeito que o ENEM e o SISU tiveram no acesso a universidades e cursos no Brasil.”

Douglas Otaviano Ribeiro, designer de interiores

“Utilizar a metodologia que o Marcílio Falcão propõe no Grupo Ubique foi um divisor de águas na minha preparação.  Seus conceitos da especificidade e a multidisciplinaridade são indispensáveis em qualquer processo de aprendizagem, entretanto, para o CACD, são o oxigênio de qualquer candidato que busque a aprovação. O Marcílio não dá o peixe, ele ensina a pescar. Aí está toda a diferença.”

Fabiana Cury

Ainda não estou convencido(a)!

Gostaria de me informar mais sobre os métodos e a filosofia de estudos do Grupo Ubique e entender mais sobre esse princípio da especificidade e sobre os principais erros que posso cometer na minha preparação!

Mais informações

Deixe seu e-mail para receber mais informações sobre os programas de orientação do Grupo Ubique, receber conteúdo gratuito ou para ser avisado(a) do lançamento de cursos voltados ao CACD.